IMG_1990.jpg

COR, FORMA E SIGNIFICADO - 315x60cm . 2017 - tinta acrílica, verniz, purpurina irisada, glitter e nankin sobre vidro

 
 
 
 
 
 
 

TEMPO LÍQUIDO, MEMÓRIA PLANA - 220x70x0cm . 2017 - borracha, tinta acrílica, fita VHS e vidro jateado

+

 
 
 
 
natureza_viva_4.jpg
 

NATUREZA VIVA - 70x25x27cm . 2017 - acrílica sobre madeira
 

 
 
 
 
 
 

texto expositivo:  ENTRE PLANOS  Escrito por Eduardo Cardoso Amato  /  Galeria Boiler

 

Qual foi a reação dos nossos ancestrais diante da primeira faísca ao lascar as pedras? Ou quando Einstein chegou a fórmula da teoria da relatividade? É nesse milésimo de segundo diante de um grande feito que a obra de Gustavo parece se encontrar.

O trabalho não se relaciona apenas com o campo da arte. Vai muito além. Pensa teorias e experimentos científicos via estruturas sensoriais. Não há, por um lado, uma preocupação em esclarecer conceitos já estabelecidos; há entretanto uma provocação, uma insinuação do que tenderia um experimento científico no campo da arte, enquanto resultado visual. Por suposto que existe uma pesquisa de fundo, pela qual é esclarecida através da escolha de cada forma, volume e composição das obras, como se tinta fluísse nos nervos do artista.

É um trabalho preciso, como um cálculo matemático ou uma fórmula química, isento de falhas. Mas não é um trabalho automático, com regras de continuidade; em cada obra Gustavo nos oferece uma fórmula para uma nova descoberta. Os trabalhos se relacionam como estações de pesquisa em um laboratório expositivo. Se existe uma teoria de organização no caos, é dessa paleta que o artista se alimenta, pulsante e nunca inerte.

Ainda como nos grandes feitos, os acasos na obra de Gustavo dividem lugar face a metodologia, sejam como descobertas técnicas ou como respostas a questionamentos do artista. A impermanência dos materiais nos suportes utilizados respiram e se configuram como próprios sujeitos nessa rede de tantos elementos que formam a obra de arte. O lugar de suas obras não se resume ao espaço expositivo, mas reverbera e permeia por nosso subconsciente ativando campos sensoriais de até, eu diria, autoconhecimento.

Qual o papel do espectador e qual seu lugar dentro da obra?

A pintura como registro de um tempo, e do próprio tempo, torna-se um portal que vai diante ao "momento final" do artista, reflete o presente como um espelho e nos faz viajar de volta para o momento que vivemos, tornando a obra sempre contemporânea através desses infinitos fluxos de compreensão. Arrisco em dizer que quando cria, o artista prevê possíveis caminhos interpretativos por saber exatamente como e do que esta falando. Tais chaves de interpretação que nos são dadas, cedem lugar a um arquétipo crítico onde a obra é clara e sem falsas teorias subjetivas e superficiais. 

Nesse sentido Gustavo produz situações pictóricas que devem ser compostas pelo espectador, interlocutor ou viajante, produzida como um negativo a ser revelado no momento de contemplação. Acomplexidade da obra não se desfaz com o alto grau de autonomia proposto à contemplação, ele não trabalha com "gosto pessoal, mas com todos os gostos pessoais”*. E se o conteúdo da pintura - por vezes - é invisível e seu caráter e dimensão devem ser mantidos secretos sabidos somente pelo artista**, a presente exposição é um convite à humanidade pensar em arte e sobre arte.


* Apropriação de trecho do texto do artista principense Almada Negreiros (1893 – 1970).

** A frase foi retirada da obra Secret Painting do coletivo Art & Language (1968).

 
 
 
 
 
 
 

CONTRA PLANO - 40x60cm . 2017 - tinta serigráfica, acrílica, óleo e barbante encerado sobre tela

+
 

 
 
 
 

MÍDIA - 60x40x30cm . 2017 - tinta vinílica e purpurina sobre madeira

+
 

 
 
 
APOC_MITOSE.jpg

MITOSE - 50x40cm . 2017 - tinta serigráfica, acrílica, gesso, esmalte e removedor sobre tela

+
 

 
 
 
 

DEPÓSITOS DE TEMPO - 75x75cm . 2017 - acrílica sobre cartões de banco e vidro jateado

+
 

 
 
 
 

PRETÉRITO DO FUTURO - 40x40cm . 2017 - acrílica, azul de metileno em pó e removedor sobre tela

+
 

 
 

INÉRCIA - 120x80cm . 2017 - tinta acrílica, serigráfica e gesso sobre tela

+